quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Sogro mata o genro após filha mandar mensagem por WhatsApp pedindo socorro

Vítima enviou mensagem ao pai pedindo ajuda ao ser ameaçada e espancada por ex-companheiro em Praia Grande, SP
Um homem identificado como Edson Claro de Almeida, de 52 anos, é suspeito de matar o genro a tiros porque o rapaz havia agredido a filha e o ameaçou. O caso em Praia Grande, litoral de São Paulo. 
A filha do representante comercial, de 28 anos, ela e Elton estavam separados há cerca de dois anos, mas ele não se conformava com a situação.
A jovem relatou que o ex-companheiro estava na frente de sua residência observando a movimentação na rua, quando Elton a obrigou a entrar no imóvel e pegou uma faca, dizendo que iria matá-la. A vítima tentou acalmá-lo e falou que iria tomar banho, conseguindo enviar uma mensagem por WhatsApp ao pai relatando as ameaças.
Ao sair do banheiro, ela relatou ter sido agredida com murros na cabeça por Elton, que pegou o celular de sua mão e quebrou. Minutos depois, o pai da agredida teria chego ao local e o companheiro partiu para cima dele também, o ameaçando de morte.
Edson sacou da cintura uma arma e disparou na barriga do ex-genro e em seguida efetuou outro disparo represe antes de fugir em seu carro.
O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Praia Grande como homicídio, ameaça, violência doméstica e injúria.

 G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário